Como fazer molho de tomate caseiro

Depois das recentes notícias sobre pelos de roedores em excesso em várias marcas de molho de tomate, muitas pessoas resolveram deixar o consumo de industrializados de lado e aprender a preparar o molho de tomate caseiro.

Confesso que lá na juventude, pela praticidade e também um pouco de preguiça, eu comprava os molhos mais “conhecidos”. Mas, depois que acostumei a fazer o molho de tomate caseiro, nunca mais quis saber da versão industrializada. Eu posso garantir que o que você fizer, vai ficar muito, mas muito melhor que qualquer molho pronto que você já viu. E acho que nem preciso dizer que dá para preparar em grande quantidade e congelar para ter sempre que precisar.

Como fazer molho de tomate caseiro
Tomates frescos ou então o pelado enlatado. Você pode usar qualquer um dos dois para preparar o seu molho.

Como eu faço molho de tomate caseiro

Não tem nenhum passo difícil e você pode temperar do seu jeito. Se você não gosta de alho, é só não colocar. Se adora ervas, teste sempre várias combinações. A sua imaginação é o limite. Veja só como é fácil fazer!

Ingredientes

Lembre-se que esta é a minha receita básica. Aproveite para inventar e adicionar ou retirar o que você quiser!

– 02 latas de tomate pelado (Pode usar o tomate fresco também, procure sempre pelos mais vermelhinhos e maduros. Quanto mais vermelho e maduro, melhor! Eu uso tomate pelado pela praticidade, mas volta e meia compro frescos também, principalmente quando quero preparar uma quantidade muito grande)
– Azeite
– Cebola picada de acordo com o seu gosto
– Talo de aipo (salsão) picado
– Sal
– Açúcar
– Pimenta
– Ervas a seu gosto (geralmente eu uso tomilho, manjericão, salsinha)
– Água fervendo conforme a necessidade

Preparando o molho

Como fazer molho de tomate caseiro
Você pode preparar uma quantidade maior de molho de tomate caseiro e congelar para qualquer necessidade por até três meses.

Refogue a cebola e o aipo no azeite até ficar bem dourado. Jogue uma pitadinha de sal na cebola para já dar um sabor. Assim que a cebola e já estiver bem dourada, acrescente o alho, mais uma pitada de sal e uma pitada de açúcar. Misture e aproveite para adicionar também as ervas (menos a salsinha picada) e a pimenta. Misture bem por uns dois minutos e acrescente os tomates com a salsinha picada.

Se estiver usando tomates frescos, aconselho a bater os mesmos no liquidificador ou processador antes de adicionar a panela. Se gostar, não bata totalmente para deixar uns pedacinhos. Eu prefiro assim. Se estiver usando o tomate pelado, basta amassá-los com um garfo antes de colocar na panela.

Adicione um pouco de água, mexa bem. Você vai deixar este molho cozinhando por cerca de 1 hora e meia em fogo baixo. Mas, nada de deixar o molho pra lá e ir passear. A cada 15 minutos mais ou menos, dê uma mexida na panela e adicione um pouco de água. Aproveite também para acertar o sal e os outros temperos. Após este período, você terá um molho de tomate sensacional para usar com qualquer prato!

Você pode congelar o molho por até três meses. Não se esqueça de anotar no recipiente a data do preparo para evitar o desperdício.

Tags:

13 Comentários


Deixe um Comentário